TV Record Rio Preto

Grávida e com câncer, mulher interrompeu tratamento de quimioterapia e morreu

Patrícia chegou a ter o bebê e morreu uma semana depois do nascimento da criança

Abril 27
21:06 2014

A cidade de Araraquara está mobilizada para ajudar nas despesas do bebê Arthur, internado na UTI Neonatal, nascido com seis meses de gestação. A mãe do bebê, Patrícia Alves Cabrera, de 27 anos, tratava um câncer de mama com sessões de quimioterapia, e interrompeu o tratamento ao descobrir que estava grávida. A cesariana foi realizada no último dia 14 de abril. A mãe, fragilizada, morreu uma semana depois. Na foto acima, o marido Felipe Padovani e Patrícia, no dia do casamento. Familiares das duas famílias, com ajuda de vizinhos e amigos, estão realizando uma campanha pelo facebook, na tentativa de arrecadar recursos para pagar as despesas da UTI neonatal, orçadas em R$ 30 mil por semana. A mãe de Arthur chegou a conversar com médicos, antes de interromper o tratamento de quimioterapia, na tentativa de preservar a saúde do bebê. Segundo o marido "os médicos já tinham avisado que ela não poderia engravidar". Ele disse ainda que "Em nenhum momento passou pela cabeça dela interromper a gestação, mesmo com todos os riscos", disse Padovani. O estado do bebê é delicado e está com poucas chances de sobreviver. Qualquer tipo de ajuda pode ser feita diretamente para o marido Felipe Padovani, pelo telefone (16) 99721-6005.


Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.
Campos obrigatórios *

Categoria mais lida

Comentários

assisto todos os sábados ; gosto muito...

Parabéns a esses profissionais .
Projetos assim devem ser incentivados com verba pública e privada ....

Parabéns a toda equipe Lucadema.Sucesso sempre!!!Abraços....

Parabéns Aqui Em Pereira Barreto Todos Ligado No disque record...

Mídia Social